Tag Archives: MET 2010

MET 2010- And the winner is…

9 maio

As mais bem vestidas, na minha opinião foram as que apostaram no minimalismo em maior ou menor grau. Quase franciscanas, de tanto desapego ao over! Mas souberam escolher os detalhes que acrescentaram ao visual a elegância e o estilo na medida certa.

Diane Kruger e Zoe Saldanha apostaram no minimalismo- imponente!- do estilista brasileiro Francisco Costa, atualmente na Calvin Klein. E acertaram em cheio com relação a tudo: penteado, acessórios, maquiagem e beleza. *Notem que as duas estão com a carteira quadrada douradinha, que aliás foi o hit do evento no quesito bolsa. Vou procurar saber de onde é… depois eu conto!

Para sustentar esse vestido da Diane só com o minimalismo no corpinho também, porque além de justo e liso, ele é BRANCO! Me impressionou!

Já a Zoe arrasou num vestido texturado com brilho e na modelagem incrível desse decote, absolutamente sensual, mas  sem um pingo de vulgaridade. Com essas costas lindas, a tatuagem misteriosa escapando pela lateral foi a cereja do bolo! Como vocês podem notar, foi a minha preferida. :)

Já a Rachel Weisz está iluminada (de um modo bem diferente da Katy Perry!) por esse vestido rosa. Como o vestido é estruturadinho ela optou por um cabelo solto, o que ajudou a dar esse frecor. O corpo ficou lindo, com curvas bem sinuosas! O vestido ainda tem um cintinho bem discreto que traz uma atmosfera contemporânea, além do decote coração que já vemos nas ruas e que estão também nos vestidos de gala. Numa noite de cores sóbrias, ela e Camilla Belle, se destacaram na paleta de cores.

Anne Hathaway está uma princesa, né?! Puro glamour dos castelos da Disney! Amei a cor que ela escolheu, e os brilhos mais intensos próximos ao rosto, deu uma iluminada.  A cascata de purpurina da saia parace um pozinho mágico que a fada jogou nela!!! E como meninas sempre bem vestidas seguem a risca a lei da compensação, os acessórios são mínimos e quase imperceptíveis, além do cabelo impecavelmente penteado, de modo que ela quase nem pode se mexer!

Vou pular a ordem porque a SJP é um caso a parte. Camilla Belle, nossa brasileirinha mais que americana, optou por um vestido beeeem fluido, como se tivesse sido moldado em seu corpo, com o tecido passando por um de seus braços e trazendo uma assimetria muito bem vinda. Para dar um charme a mais, o vestido tem um bojo de babadinho na cor nude saido por debaixo do decote. Singelo. Como o colo ficou extenso, o brinco longo preencheu esse vazio e ainda deu um destaque no rosto. O anel de lacinho é a-coisa-mais-fofa-do-mundo! Amei, quero pra mim.

Sarah, é claro, um exemplo para todas nós, estava com esse vestido lindo-de-morrer-de-inveja,  todo plissado e fluido (olha o caimento disso!), nessa cor maravilhosamente translucida, levemente afofado (o vestido não merece essa palavra, mas não me veio outra…) para contrapor a saia ampla. E Sarah, abusada que é, ainda me coloca uma flor incrível na lateral do cabelo, que desce pelo outro lado em ondas perfeitas sobre seus ombros, fazendo com que a alcinha sem sal ganhe uma graça. A ousadia continua…  mil pulseiras de diamantes (com certeza!) e apenas um pulseirão dourado para dar uma corzinha! Quer dizer, acho que consegui usar todos os melhores adjetivos em uma pessoa só. Por isso acabei de mudar o meu voto de melhor de todas, que vai para Sarah Jessica Parker.

Com as melhores eu ri menos, mas com certeza me encantei mais. E – atenção!- esses vestidos são ótimos para nos inspirar para quando tivermos um evento de gala e quisermos brilhar nos olhinhos e, por que não, nos flashs de uma festa! E para quem quer ver todos os looks de quem passou pelo tapete vermelho, pode acessar o site do Just Jared e Style.com . Divirtam-se!

Outras dicas:

Anúncios

MET 2010 – Há Salvação?

5 maio

Bem, dando sequência à minha classificação das celebridades do tapete do MET, essas são as que por um triz não tiveram a tesoura em seus vestidos! Se aquelas foram as piores dos infernos, essas serão as que ficaram no limbo, expiando seus pecados…

Pecados:

Eva Longoria pecou no comprimento da frente x o de trás. É óbvio que a frente tinha que ser maior (até o chão), mas não precisaria ter 1 km de cauda! Vai ter que ficar segurando essa cauda na hora de circular, COM CERTEZA!

Rachel Bilson tem muitos pecados pra confessar… o primeiro é esse vestido anos 50 no meio da canela. Tudo bem que o tema desse ano são as mulheres americanas dos 50 primeiros anos do século XX, mas tinham tantas décadas melhores… Até porque ela ainda parece ser baixinha, então não rolou! Não rolou a estampa e não rolou as pontas ouriçadas do cabelo. Parece que só lavou e passou leave in, dando uma amassadinha!

Sienna Miller é linda, ninguém pode negar. Mas, não sei, essa roupa… vamos combinar que está estranha. Decotão poderoso, babados irregulares eu até gosto, mas esse comprimento menor na frente não me desce goela abaixo. Acho também que o sapato ficou meio pesadão… Algumas “ave-maria” e uns “pai-nosso” de repente podem absolvê-la. Até porque ela estava com o mais belo acessório da noite: Jude Law! :)

Gwen Stefani não é das piores pecadoras ( a não ser que eu seja depois de ter dado essa opinião!). Mas achei um tanto esquisito o vestido escolhido por ela. Acho que a idéia do underwear a mostra é boa (gosto de ousadia), mas não foi muito bem executada. Parece que o filó tá amarrado com um nozinho no alça… não sei.

A Renee – minha eterna Brigit Jones! –  tá embrulhada pra presente também com aqule papel de presente típico do Natal! Mas o que não aguentei foi essa cara de que vai dar um rugido (RAUNNN) a qualquer momento!!! hahahaha

Kirsten toda meiguinha, sem graçinha, pálida, romântica, e com essa botinha???? Aqui o pecado é parecer virgem demais! E a botinha aparecendo, que achei que ficou esquisito.

 A Carey Mulligan, foi o seguinte: ela adora exposições, é frequentadora assídua dos museus de NY, soube que ia ter uma exposição no Metropolitan Museum of Art e resolveu dar uma passada depois da faculdade, trajada com o seu vestidinho gracinha de renda guipure. Ainda bem que ela tinha um blush na bolsa!

Ai, eu me divirto escrevendo pro blog, sabia?!

Por hoje é só, pe-pessoal, amanhã tem mais… finalmente serão os melhores: vestidos, makes, penteados, etc!

Ah, não esquece de dar sua opinião… :)

by

Baile do MET 2010

5 maio

Costume Institute Gala é o tradicional baile de gala do Metropolitan Museum of Art e da Vogue. O MET (para os íntimos) é segundo maior evento no quesito modelitos-do-red-carpet, o primeiro é o Oscar, obviamente! Bem, pelo que vi, os modelos desta edição do MET estão muito mais apresentáveis do que os do ano passado, Madonna e Rihanna que nos digam!!! Ai,ai… Eu sei que esse baile é mais ligado à moda que o Oscar e o povo gosta de mostrar uma ousadia, e tal… mas bom-senso é fundamental. Sempre.

 Levei dois dias para organizar essas fotos e fiz uma seleção dos melhores aos piores looks, na minha opinião. Confesso que “os piores” foram mais concorridos. Vamos ver se vocês concordam comigo, ok?!

Primeiro, vamos aos looks de efeito “ vá-de-retro”, “carranca”, “assombração”, etc.:

A Kristen Stewart tá parecendo um piquinês embrulhado pra presente (de grego!) em papel crepom e filó. O cabelo de ondinha, muito adotado pelas celebrities, não foi uma boa escolha para o queixo pontudo dela.

January exagerou: luva+ make ( que ficaria linda, se ela estivesse com um look mais minimalista)+ vestido feito com tecido-da-colcha-da-casa-de-tolerância-do-filme-“Entrevista com Vampiros”. E a pose?! Abafa…

Elizabeth Banks poderia ter lido meu post sobre rendas… E ela ainda somou plumas a cabelo desgrenhado, até se encaixa numa pegada Rock and Roll, mas o que não gostei mesmo foi a sandália aberta gladiadora (se ainda tivesse posto uma ankle boot…).

Rosário Dawson, coitada, estava dormindo em casa quando ligaram para falar que tinha que ir pro MET… Por que, qual seria a explicação pra tamanha cara lavada (em detalhe, negrito, capslok!)??? Eu sei que uma roupa frufru demais pede poucos acessórios e maquiagem mais contida… mas pede maquiagem!

Eva Mendes, na minha opinião, se enroscou com a cortina do Clodovil, mas houve quem gostou, e foi um dos looks elogiados… A Jéssica Szohr, achei esse estampado de renda e o modelo meio estranho e a Maggie parece / sei lá o que parece, só sei que aquele laço da saia tá parecendo o saco de lixo daqui de casa! E com o cabelo num topete totalmente emafrunhado,  como podem ver no detalhe.

Então… Bem… Katy Perry, pessoa excêntrica que é, não poderia deixar de colocar algo que refletisse sua personalidade, refletisse não, iluminasse. Isso mesmo, minha cara amiga, a tecnologia invade o tapete vermelho! Esse vestido não é qualquer vestido, ele é auto-iluminado(foto no claro e foto no escuro). Vem cá, desligaram as luzes do MET só para tirar a foto dela??? 

E o que dizer desse modelo de vestido da Chloe Sevigny? Me diz você, então, o que é aquele volume todo na barriga que parece que ela tem uma hérnia! Decote estilo “sutiã aparecendo” e  o cabelo… não vou nem falar!

Não sei quanto a vocês, mas eu estava com a língua ferina hoje! E aí, o que acharam???

No proximo post mostro os vestidos que ficaram no “limbo”! Aguardem…