Tag Archives: desfiles

Destaques (bafafás) do Fashion Rio

5 jun

Quem não tem Gisele Büdchen se vira muito bem com a it girl Olívia Palermo, o modelo tatuado Zomby Boy, o andrógino Andrej Pejic e a modelo transexual Lea T. É bafafá pra ninguém botar defeito! Os desfiles de verão 2012 do Fashion Rio vieram causando. Marketing garantido.

 

Já falei aqui sobre a elegante Olívia Palermo e como o mundo da moda lhe dá cartaz. Ponto para a Coca-Cola Clothing! It girl, para quem não sabe é uma pessoa que dita a moda apenas pelo que usa. Assim como ela, outras it girls – como Alexa Chung, Blake Lively, Miroslava Duma, Kate Holmes, etc – têm os olhares do mundo voltados para o seu  guarda-roupa e combinações, geralmente bem originais. São um verdadeiro báu de tendências.

 

Mas o que dá ibope mesmo é uma boa polêmica, né?! Querendo ou não a modelo transexual Lea T causou um frisson ao desfilar de biquini. Gente, transexual é mulher, então o que as pessoas esperavam ver???? Ok, é que na verdade ela não é operada ( apenas trocou de nome – e de alma!), mas esperar ver algo mais é uma expectativa de um certo mau-gosto, não acham?! Ponto para a Blue Man, pois, tirando a questão do marketing, achei  bacana a marca ter se despido do preconceito. 

 

 

Agora, vamos combinar que a Aüslander exuberou no quesito polêmica! Além do modelo andrógino Andrej Pejic que em uma entrada veio de mulher e em outra de homem (oi?), tinha o modelo super tatuado de corpo em decomposição (ooooi?) Rick Genest, o Zombie Boy. Ele já tinha despontado na campanha de inverno 2011/2012 (vídeo aqui) do Thierry Mugler.

 

 

É claro que a marca conseguiu uma baita repercussão com esses dois modelos, saiu em diversos jornais, blogs (como este vos fala, por exemplo), sites de moda, programas de TV e muitos outros meios de comunicação. E ainda teve sua imagem elacionada à ousadia, adjetivo muito valorizado no mundo da moda atualmente. 2 pontos para Aüslander!

PS: Me dá muito nervoso olhar pra esse cara! E me fica martelando a pergunta: será que alguém se propõe a acordar ao lado dele???

Anúncios

Fashion Rio

12 jan

Em pleno verão 40 º, o Fashion Rio já começou trazendo as novidades para o inverno 2011. Algumas das principais marcas já desfilaram nesses dois dias de evento.

O tema da coleção da “Filhas de Gaia” é baseado nos Romances de Agatha Christie. Já me conquistou! Achei super inusitado e a realização da proposta funcionou. A alfaiataria é um dos pontos fortes com modelagens ousadas e ao mesmo tempo suaves, como esse vestido longo no melhor estilo super-size-chemisier. A transparência em tule preto representou bem o mistério das obras de Agatha Christie.

A Acquastudio é conhecida por trabalhar as formas com uma modelagem bem geométrica. Achei que nesse desfile a marca trouxe a mesma proposta só que menos conceitual e um pouco mais adaptada para a “realidade”. Ficou uma coleção bem bonita, elegante e com personalidade.

A Coven veio que veio para o inverno! Ela acredita meeeesmo no frio e trouxe muito jacquard com fios de lurex, flamê e chenille. A mistura de texturas faz com que a coleção tenha uma imagem forte. As franjas, o boot, o xadrez trazem um clima folk para esse desfile.

E a menina dos meus olhos, a Maria Bonita Extra, consegue explorar a suavidade como nenhuma outra. Boa parte se deve à transparência do tule, mas que tem que saber usar para que deixe exposto com elegância. Linda a coleção inspirada nas bailarinas urbanas! AMEI!

Já elegeu sua preferida?!

Fotos: FFW

Ainda Galliano

5 out

Encontrei esse vídeo aqui em baixo, para mostrar melhor a encenação do desfile de verão 2011 de John Galliano, que falei no post anterior.

Mostra o backstage também, a maquiagem e o cabelo em detalhes. Fantásicos!

Olha como as modelos deslizam lânguidas pela passarela numa atitude teatral! Até aquele andar de “cavalo” das modelos ele subverteu!

hahaha, e o que dizer da entrada dele?! Amooooo.

É mais que óbvio que estou apaixonada pelo Galliano e sua proposta de desfile-espetáculo! Então vou continuar…

O desfile masculino de verão 2011 que foi apresentado em junho trazia essa mesma proposta, só que inspirado no cinema mudo. Mais especificamente no Chaplin. Até o cenário aludia ao filme de Chaplin, “Tempos Modernos” .Que eu amo muita coisa! Ri do começo ao fim desse filme! Principalmente na cena que ele está preso e numa batida no refeitório do presídio, um preso pra se livrar da cocaina coloca o pó no sal, e o Carlitos, claro, coloca o sal na comida e fica ligadão, resultando numa cena de mijar de rir!!! (olha a terceira foto do desfile aqui embaixo, que essa cena está retratada)

O desfile começa com uma encenação e os modelos estão caracterizados a-lá Chaplin. A coleção é baseada na alfaiataria em modelagens com contrastes de proporções, como a calça mais largona e gancho no joelho (meio saruel) com blazers ajustados. Já que o “Vagabundo” Carlitos eternizado por Charles Chaplin usava as roupas que ele conseguia e não as que cabiam nele. Então o blazer era apertado, a calça era larga e o sapato era enorme, o que fazia com que tivesse que andar que nem pinguim, tornando seu andar uma marca registrada.

A maquaigem dos modelos era expressiva como a do cinema mudo, com destaque dos olhos, afinal, na época era o olhar que “falava”.

E olha como o JG é abusado, pois além de colocar renda para homens, põem um modelo que parece UMA modelo, causando um estranhamento. Quase um Brecht das passarelas! hahaha

Olha o desfile aqui:

E desculpe, mas uma pessoa que coloca uma música do U2 na passarela, merece meu respeito ainda mais! :D

Tudo lindo, tô rasgando mó seda, sou fã mesmo! Depois disso, quem ainda não é?!

Termino o assunto (fique tranquilos, agora em definitivo!)com uma frase de Charles Chaplin que muito se aplica a John Galliano:

“Lute com determinação, abaraçe a vida com paixão, perca a classe e vença com ousadia. Porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é muito para ser insignificante.”

A “Ópera” de Galliano

5 out

Ontem, na semana de moda de Paris, John Galliano mais do que desfilar sua coleção de Primavera/Verão 2011, fez um espetáculo ao apresentar suas peças no Grand Opéra Comique, um teatro deslumbrante e magestoso. Tanto quanto o desfile da marca própria do estilista inglês de origem espanhola e residente em Paris!

Do cenário, passando pela iluminação e chegando à obra-prima do styling (composição dos looks para passarela) e maquiagem, tudo – absolutamente tudo – tinha uma atmosfera teatral e burlesca. E eu, como atriz também, caí de joelhos para esse clima tão familiar, e querido!, a mim.

A inspiração de Galliano foi a polêmica Maria Lani, que na década de 20 chegou à Paris e se apresentou à nata dos artistas plásticos como uma atriz que iria fazer um filme de terror e os convenceu a fazer um retrato dela. Essas obras fariam parte do tal filme: ela sairia dos quadros e ganharia vida! hahahaha Muito pitoresco! Não sei como, mas conseguiu convencê-los, mais de 50 obras que ela conseguiu! Podia não ser atriz, mas tinha um grande poder de persuasão!!!

A história não acaba aí… A questão é que artistas de grande nome – como Matisse, Cocteau, Chagal, Braque e Soutine- fizeram seu retrato e Maria Lani, nada mais nada menos que roubou essas pinturas, afinal não havia filme e ela sequer era atriz e sim estenógrafa! Lani pegou as obras, vendeu e viajou para os Estados Unidos da América.

Maria Lani rendeu esse desfile maravilhoso com referências da década de 20 – olha os cabelos e a maquiagem, que escândalo!- e com a representação dessa história um tanto inusitada, usando malas, telas e quadros.

Cada look foi inspirado na visão que cada artista tinha dela  através de suas obras. Sendo assim, as modelos estavam soltas para interpretar a grande “atriz” e musa da coleção.

Embora um pé do desfile esteja na década de 20, uma tendência que vem forte para o próximo verão marcou presença: a transparência. Tanto da renda quanto do tule, usada em sobreposições contrastantes.

A cintura marcada também estava lá, mas um pouquinho acima… do lugar dela mesmo. Quase abaixo do busto!

Um capítulo à parte foram os vestidos bordados (fiquei na dúvida se algum ali é macacão…), elegantésimos, um luxo, a riqueza vintage! Aliás o chão espelhado dourado-ouro foi um espelho pro glamour!

Tive a sensação de estar vendo um desfile de figurinos, o que me fez pensar que John Galliano procura sempre revolucionar a mesmice dos desfiles e espero que faça com que outros estilistas também desafiem  sua criatividade e nos surpreeendam com um espetáculo tão bem dirigido como esse.

Com vocês… o autor!

Aplausos!!!

De pé.

O Boho Chic de Ralph Lauren

17 set

Enquanto faço um apanhado de tendências para o próximo verão com os desfiles dos principais estilistas do New York Fashion Week, que começou no dia 9 e terminou hoje, resolvi postar aqui o desfile – divino!- do Ralph Lauren.

Não aguentei escolher só alguns pouquinhos looks – como sempre! – e também nem posso dizer que escolhi os mais lindos, afinal deixei muitos “muito amados” de fora… Mas eles aparecerão na seleção de tendências! Yé!

É muito clara, neste desfile, a influência faroste do início do séc. XX, né não?! E você pode perceber também que tem uma mistura dos estilos femininos e masculinos daquela época. Esses elementos masculinos como o suspensório, chapéu e blazer combinados com a renda, a saia longa drepeada (lembrando aqueles vestidos de anquinha!) e babados, graças ao styling genial, tornaram  esse mix super-super usável!

O folk e o country, meio étnico e velho-oeste somado com o estilo romântico resulta no que chamamos de Boho Chic. Eu sou paxonada por esse estilo! Quem gosta muito de se vestir assim é a Kate Moss ( faço um post com fotos depois, tá?!).

Tive um siricotico nervoso de paixão por esse primeiro look ( com quase todos,confesso)! Gosto dessa atmosfera hi-lo (hoje eu tô muito fashionista…), que é justamente o contraste de peças de alto valor com peças “baratas”. Com certeza absoluta a camisa xadrez do Raph Lauren é tudo menos barata!!! Quem me dera! Mas vocês entenderam, né?! Saia rica +blusa pobre! O bacana é a surpresa desse look que sai quilômetros do óbvio!

Como já podemos ver nas lojas, esse verão é rendado! E Ralph Lauren usou divinamente esse material, tanto explorando sua transparência, como misturando com outros materiais, e destaco aqui o couro. Como ficou cool a delicadeza da renda com o couro pesado!

Note que a renda utilizada tem uma atmosfera vintage, meio renascentista. Muito, muito linda! Ah, gente, como vou viver sem uma peça dessas?!

Mais uns detalhes do desfile…

Sou fã de contrastes e acho que o cinto de fivelão fica show quando usado, justamente, num contexto fora do estilo  country total. Uma pitada ou outra desse estilo é que faz o look ficar moderno. ;)

Você ficou tão animada como eu para inserir peças country nas suas produções diárias e se tornar mais uma adepta do Boho Muito Chic?!

Semana da Moda Plus Size

26 jul

Esse último final de semana teve o Fashion Weekend Plus Size em São Paulo, que é a semana de moda para tamanhos de 44 a 54, em média, com desfiles das coleções de verão 2011. O evento tem como objetivo valorizar esse mercado para as gordinhas, que há muito se vêem segregadas na hora de escolher suas roupas.

Quem veste acima de 42 sabe que é uma epopéia ir ao shopping para renovar o guarda-roupa! E provavelmente vai sair de lá cheia de roupas de malha, porque as de tecido, mesmo as de tamanho G, são do tamanho de um G, só que P! Entendeu?!

Lá em São Paulo há uma grande quantidade de lojas de atacado para roupas plus size, que aliás, não são mais aquelas roupas largonas de chifon, ou com aqueles estampados que envelheciam. O que se viu nesses desfiles foram roupas modernas, com tecidos variados e de modelagem seca, ou seja, não é uma modelagem apertada nem larga demais. Usaram também muitas cores, para sair do tradicional “preto que emagrece”.

Esse segmento já estava merecendo um olhar mais apurado há muito tempo! E hoje, com tanta variedade de tecidos, malhas diferenciadas, designers recém-formados dentre tantas instituições com excelência em moda, a própria moda brasileira conquistando o respeito internacional como mostrei aqui no post da Premiére Brasil, enfim,com tantos recursos para fazer um produto de qualidade,  já era hora de incluir esse público tão carente de um mercado especializado na moda.

Agora é só esperar- e torçer!- para que essa moda seja pulverizada por todo o país! Alô, empresários do meu Brasil! Fica a dica… :)

Sites das marcas que participaram (link no nome):

Carlota 

Exuberance

Eveíza

Program

Milanina

Vamos à feira?

24 abr

Há muito tempo que quando se falava a palavra “feira”, nos vinha à cabeça flores, frutas e legumes frescos – e um bafo de peixe, vamos combinar! 

By Marcelo Sommer

Hoje temos, além das feirinhas que podemos comprar roupas modernas como a do Mercado Mistureba, tradicional como a feirinha de Ipanema, feiras de antiguidades da rua do Lavradio e a da Praça XV, fora as feirinhas de roupas e acessórios espalhadas pela cidade do Rio (isso só no Rio, imagina no  Brasil – são milhares!). Vou fazer uma sére de postagens sobre feiras, aguadem… 

Mas, eis que o mundo capitalista me surpreende mais uma vez, ao me deparar com a Pet Fashion Week! Não é o máximo você poder colocar uma roupinha do Marcelo Sommer no seu amado filho, quero dizer, filhote?! (Ainda bem que está chegando o inverno… aposto que essa data foi escolhida a dedo, porque se fosse no verão ninguém ia comprar. Ou ia??? Sei lá… ) 

 

Enfim, esse evento (se eu chamar de feira é capaz de me morderem!) acontece em São Paulo, hoje (aberto ao público)e amanhã. Fashion Week, como o nome faz presumir, traz as novidades do mercado fashion para os nossos queridos e mais amados bichanos de estimação. Na verdade essas novidades são para os donos dos bichamos. Porque, reconheçamos, eles mesmos estão cagando para as roupinhas de grife, na verdade o que os fazem realmente felizes e saltitantes é o carinho do papai ou da mamãe aqui. Não é, “bibiluzinho” da mamãe????!!!!! 

Mas quem não vai morrer de amor de ver como o seu fofucho(a) está de arrasar o quarteirão na hora de passear para fazer seu pipi e popô de príncipe (ou princesa!).  

  

Esse evento nasceu, obviamente, na cosmopolita New York City! E o Japão, que é mó macaco de imitação dos States, já copiou… agora é a nossa vez de entrar para o seleto grupo do “país das maravilhas” pet! 

 

Agora, minha gente…. TU-DO tem limites! Só não chego a gargalhar – tá bom, confesso que ri um pouquinho… –porque acho maldade fazer um negócio desses com os bichinhos indefesos! 

A máxima de “menos é mais” também vale para o universo fashion pet! Para o seu pet ficar fashion na week inteira!