Arquivo | Estilo Musical RSS feed for this section

Estilo Musical: Amy Winehouse

25 jul

Talvez tenha me faltado originalidade de um tema para esse Estilo Musical. São tantos os jornais, revistas e programas que abordarão a morte de Amy Winehouse pelos próximos dias, que me sinto até um pouco intimidada – e constrangida – de abordar esse assunto. Mas a verdade é que sou fã confessa desta cantora de voz poderosa, e de certa forma não me conformo com o rumo que sua vida tomou. Os ídolos não deveriam ter propriedade sob a própria vida, certo?! Que audácia nos dar um bem tão precioso e se achar no direito de tomá-lo, assim pela sua vontade.

 

 

Resolvi fazer o Estilo Musical de hoje com Amy Winehouse, mesmo sob o risco de parecer oportunismo, simplesmente porque sou fã e porque, dentre tantos flagrantes em imagens degradantes, gostaria de poder ao menos tentar resgatar um resquício da admiração que um dia cheguei a ter por ela. Assim, prestarei de certa forma uma homenagem, mostrando aqui o que ela tinha de melhor: o estilo e a voz.

 

Amy chegou cheia de personalidade, tanto vocal quanto visual e isso, inevitavelmente, influenciou o mundo fashion. Assim como Dita Von Teese, Amy – em sua fase áurea – resgatou o glamour dos anos 60. Mas como tudo em sua vida, a cantora carregou nas tintas do exagero, mais obviamente no cabelo e no delineador! O ninho de Pterodáctilo no topo da cabeça foi hit das festas à fantasia, e o delineador teve seu status resgatado  em muitos desfiles, inclusive. E vamos combinar que depois do exagerado “gatinho” de Amy, ficou muito mais fácil se jogar sem medo nos traços dos delineadores!

No dia a dia parecia inacreditável que alguém fosse conseguir sair sempre com um ninho gigantesco na cabeça – e o grosso delineador! – mas Amy se manteve tão fiel ao acessório que ele virou praticamente “básico”.

 

Até para ir ao supermercado ela lançava mão de seu cucuruco! Os cintos, grossos ou finos, também não podiam faltar em suas produções: acinturando saias e vestidos ou no cós de calças baixas, escuras e ‘sequinhas’. Depois de colocar silicone, a cantora foi se tornando cada vez mais sexy, mas sem perder o estilo vintage. Na verdade ela misturava os elementos antigos com uma atualidade incrível! Do ballet na infância, trouxe de referência as sapatilhas, que costumava usar tanto para o dia quanto para a noite.

No palco e no “tapete vermelho”, Amy Winehouse geralmente usava os vestidos acinturados, flores no cabelo e saltos altos – para shows grandiosos, para os mais intimistas a cantora se mostrava bem à vontade com short e camiseta branca.

Fred Perry teve a diva soul como inspiração e modelo de sua coleção de inverno 2011. As fotos da campanha ficaram ótimas e as peças são a cara de Amy!

 

 

Como todos conhecem a potência de sua voz, escolhi este vídeo da música “Love is a losing game” (O amor é um jogo de azar).

Eu diria que a vida é jogo de azar. Um dia a gente ganha e no outro a gente perde. Perdemos Amy Winehouse, mas ganhamos o registro de sua voz. Podemos dizer que é um consolo?!

 

Anúncios

Estilo musical: Corinne Bailey Rae

29 maio

A partir de hoje inauguro mais uma categoria do blog. No Estilo Musical abordarei o estilo dos(as) cantores (as) e bandas. O jeito de se vestir reflete tanto da personalidade, quanto a escolha do estilo musical. That’s the point!

Inaugurando o Estilo Musical, escolhi a cantora Corinne Bailey Rae, já que atualmente ela não sai dos meus ouvidos. Já conhecia essa cantora meio ao longe, assim bem en passant.

Mas desde que ouvi a música super empolgante do novo GNT, procurei saber de quem cantava e (re)descobri a Corinne! É dela a letra e a voz de  Paris Nights/New York Mornings.

Os adjetivos ‘doce’  e ‘suave’ traduzem tanto sua voz quanto seu estilo. Corinne abusa de roupas com babados e brilhos , ou sapatos do tipo ‘boneca’,  sempre margeando o romântico e a simplicidade. Assim como ela, sua música possui uma melodia leve, charmosa e lânguida.

A make é simples e sempre com um ponto de luz – talvez por causa do seu olhinho apertadinho. Na boca apenas um balm para dar um leve brilho e não aumentar demais os lábios já carnudos da cantora.

No início da carreira, Corinne tinha os cabelos curtos e cacheados, o que lhe dava um ar mais juvenil. Hoje estão maiores e dão um ar mais sexy, necessário no meio de tanto romantismo. Estou achando lindo esse cabelo volumoso com cachos irregulares. Lá em cima dá pra ver que a parte de trás é mais curtinha que a frente.

Mais alguns sucessos – que talvez vocês conheçam mais –  dessa cantora são Put Your Records On e Like a Star (amo o figurino e cenário desse clipe!). O vestido dá até para inspirar as noivas de plantão

Num mundo de clipes onde não pode faltar uma cantora se esfregando na parede em roupas mínimas, ou descendo até o chão na pista de dança, é um alento ver clipes como esses! Em que ela permanece imóvel na pista ou dança de patins, como no clipe de Closer, do último CD The Sea.

Essa menina que adora brilhos, definitivamente foi feita pra brilhar! Então, “girl, put your records on“!